19 de jan de 2012

Conexões Globais

Agenda

A primeira edição do Conexões Globais 2.0, de 25 a 28 de janeiro, converte a Casa de Cultura Mário Quintana no epicentro de diálogos sobre ativismo social na era internet durante o Fórum Social Temático. Diariamente, das 14h às 22h, o evento convida o público a participar de atividades como webconferências, oficinas, shows de música, artes visuais, lançamentos de livros, paineis e muito mais. Agende-se, divulgue para a sua rede e participe!
  • 25/01 - Quarta
  • 26/01 - Quinta
  • 27/01 - Sexta
  • 28/01 - Sábado
  • 14h - < Painel

    A rodada de atividades do Conexões Globais 2.0 inicia com um "Painel". Nos dias 26, 27 e 28 gestores públicos, acadêmicos e representantes da sociedade civil promovem reflexões sobre grandes temas da atualidade.
  • 14h - Desconferências

    Eis a atividade mais democrática do Conexões Globais 2.0. Tratam-se de três ambientes temáticos onde a programação é definida pelos próprios participantes. Se você tem algo para compartilhar ou ensinar, insira sua atividade na programação dos espaços para desconferências, de acordo com os assuntos a seguir:
  • 14h - Oficinas

    A ideia central das oficinas oferecidas pelo Conexões Globais 2.0 é favorecer a troca de saberes e capacitar ativistas sociais a fazer uso de novas mídias e tecnologias. A cada dia, uma série de oficinas simultâneas para tod@s os tipos de curios@s que adoram meter a mão na massa digital e sacudir a rede do ativismo.
      balao01
    • 14h às 18h – Blogoosfero – 25/01

      Numa oficina prática com demonstração e teste de usabilidade do sistema, blogueir@s, ativistas de redes sociais, software livre, cultura digital, jornalistas e comunicadores em geral têm a oportunidade de conhecer tudo sobre o Blogoosfero, uma plataforma livre – e brasileira – que garante autonomia, liberdade de hospedagem e administração para blogs e redes sociais.
      A plataforma foi apresentada no segundo Encontro Nacional de Blogueiros em junho do ano passado, em Brasília, onde se destacou a importância da blogosfera gerir sua própria plataforma, deixar de ser apenas consumidora e passar a ser também administradora e provedora de serviços de internet, além de apoiar na prática do desenvolvimento tecnológico do Brasil.
      Por ser aberta e colaborativa, a plataforma possibilita que sejam integradas as demais iniciativas já em curso, mantendo a autonomia e independência de cada uma delas ao mesmo tempo que as integra.
      Oficineiro: Fundação Blogoosfero – Colivre, TIE-Brasil e Paraná Blogs.

    • troian14h às 18h – Diga “adeus” às operadoras de internet!

      Saiba como criar uma rede Mesh de internet sem fio e conquiste “webautonomia” no seu bairro ou na sua cidade. As redes do tipo Mesh (malha)  possuem a vantagem de serem redes de baixo custo, fácil implantação e bastante tolerantes a falhas. Nesse sistema de conexão, cada laptop é um nó, ou seja, os computadores estão interligados entre si, e não dependendo de apenas um servidor central. Desta maneira é possível transmitir mensagens de um nó a outro por diferentes caminhos. Nesta oficina, com ajuda da Associação Software Livre.org, você aprende a configurar a sua, e ainda participa da construção da rede Mesh na Casa de Cultura Mário Quintana. Saiba mais aqui.
       Oficineiro: Rodrigo Troian - @rtroian
      Administrador que acredita que tudo são sistemas operacionais e protocolos, curioso sobre pequenos sistemas embarcados, acha que as pessoas ainda vão retomar o poder quando todos se conectarem, tenta entender o caos na organização coletiva, vegetariano por não concordar com o sistema produtivo, leitor assíduo de ficção por acreditar que todos precisam viajar um pouco.
    • 14h às 18h – Vire um repórter 2.0!


      André DeakAprenda a utilizar ferramentas gratuitas para comunicação multimídia. Conheça uma série de sites e serviços úteis e de uso imediato para criação de mapas, narrativas interativase serviços da web que ajudam no dia-a-dia de quem se comunica pela rede.

      Oficineiro:
 André Deak - @andredeak

      Pós-jornalista, fotógrafo, professor na pós-graduação da Faap e da PUC nos curso de Jornalismo Digital. Recentemente lançou com Felipe Lavignatti o projeto Arte Fora do Museu, contemplado com o prêmio Funarte. Co-fundador da Casa da Cultura Digital.  Compartilha suas ideias e descobertas em Jornalismo Digital.
    • 14h às 18h – Robótica livre

      Captura de tela 2012-01-07 às 19.56.37Realize seu sonho de infância e aprenda a construir um robô com sucatas. Em meio a soldas, fios e lixo eletrônico, soluções livres substituem  produtos comerciais (e caros) e permitem que qualquer um se aproprie da tecnologia e dê seus primeiros passos na Robótica. Nesta oficina, você aprenderá a criar  kits robóticos alternativos e, a partir deles, protótipos de robôs, braços mecânicos e afins.
      Oficineiros: Eloir José Rockenbach (fot0) é coordenador Técnico do CRC do Centro Social Marista – Grupo de Pesquisa e Desenvolvimento em Robótica Livre e integra o Conselho Geral da Associação Software Livre. Felipe Santos é educador de inclusão digital da rede Marista.
    • 14h às 18h – Crie uma mimoSA (Mídias Móveis SA)

      alissaO conceito de “mimoSAs” poderia render – e rende – trabalhos teóricos densos, mas sua prática é bastante simples, divertida e estimulante. Uma “Mídia Móvel SA” é um objeto artístico, geralmente elaborado a partir de reuso de sucata tecnológica, colaborativamente, que produz, reproduz ou capta informação. Nesta oficina, você aprenderá a construir mimoSAs-Grio: cineminhas que  juntam técnicas analógicas dos primórdios da produção de imagens em movimento, e as novíssimas tecnologias de transmissão e compartilhamento de vídeo pela internet, num espaço público onde o aprendizado coletivo, cultural, tecnológico e social é incentivado. Pré-requisitos? Curiosidade e disposição!
      Oficineir@s: Alissa Gottfried (@louvadeusa) é arteducadora popular conectiva da editora Ecoaecoa (foto). Felipe Nunes é arteducador da Ecoaecoa.
    • 14h às 18h – Arte com lixo eletrônico

      Glauco PaivaVenha produzir uma escultura colaborativa! Sob incentivo dos arte-ativistas Glauco Paiva e Hernani Dimantas, estudantes, designers, artistas, hackers e curios@s estão convidados a experimentar e propor mais formas criativas para a reutilização destes materiais.
      Um ateliê aberto para soltar a imaginação e desconstruir, literalmente, máquinas que muitas vezes são verdadeiras caixas pretas, de  tão enigmáticas, para nós.
      Oficineiros: 
      Glauco Paiva – @glaupaiva
      Artista e ativista, trabalha as questões sociais ligadas ao uso das tecnologias e ao consumo. Suas obras, que misturam temas como arte, tecnologia e descarte criativo, estão espalhadas por diversos locais no Brasil e no exterior. Tem como principais parceiros os coletivos digitais MetaReciclagem, Lixo Eletrônico, e o Desvio.
      Hernani Dimantas -@hdhd
      Pintor, escritor e pesquisador, é Doutor pela a Escola de Comunicação e Artes da Universidade de São Paulo. Coordenador de diversos projetos de inclusão digital, redes e cultura pelo Laboratório de Inclusão Digital e Educação Comunitária –  Escola do Futuro/USP. Fundador do Projeto do Lixo Eletrônico, Articulador do Metareciclagem.
  • 16h - Diálogos Globais

    A ideia do Conexões Globais 2.0 é transformar o vão central da Casa de Cultura Mário Quintana num verdadeiro palco de Diálogos Globais. Essa espaço - multimídia e multifuncional  - conectará o público via webconferência com ativistas que participaram das grandes mobilizações que questionaram os limites da democracia e chacoalharam o mundo em 2011.
    • 16h às 17h15 – A internet como direito humano

      Captura de tela 2012-01-12 às 15.06.28A Organização das Nações Unidas elevou a internet ao patamar de Direito Humano. De acordo com a ONU, impedir o acesso à informação pela web infringe o Artigo 19, parágrafo 3, do Pacto Internacional de Direitos Civis e Políticos, de 1966. Pelo Artigo, todo cidadão possui direito à liberdade de expressão e de acesso à informação por qualquer tipo de veículo. No Brasil, tramita no Congresso Nacional o Projeto de Lei que cria o Marco Civil da Internet, estabelecendo direitos e deveres para a utilização da web no país. Em debate, temas como #bandalarga; #marcocivil  #cibercrimes #DH.
       Webconferencista: Javier de la Cueva - advogado espanhol, especialista em direitos digitais. Em suas mãos estiveram a defesa, entre outros de Ladinamo (primeira sentença que reconheceu o Copyleft), de Sharemula (que confirmou que as teias de links em redes 2p2 não cometem crimes) e do desenvolvedor de redes 2p2 Pablo Soto. Também é professor de Máster de Economía Digital e Industrias Creativas da Escuela de Organización Industrial, usuário de GNU/Linux desde 1998 e administrador de sistemas.
      Debatedores:
      Maria do Rosário - Professora, deputada federal e atualmente ministra-chefe da Secretaria de Direitos Humanos da Presidência da República - @_mariadorosario
      Rogério Santanna  - Engenheiro Mecânico especialista em Gerência em Engenharia de Software, Gestão Empresarial pela UFRGS e em Marketing pela FGV. Foi diretor presidente da Procempa, Secretário de Logística e Tecnologia da Informação do Ministério do Planejamento Orçamento e Gestão e presidente da Telebrás. @santannarogerio

  • 17h30 - Conexão Cultural

  • 18h15 - Diálogo Global

      olga_cumple_almudena92_6299702_n
    • 18h15 às 19h30 – Da Primavera Árabe à Internet na Construção da Democracia 2.0


      2011 ficou marcado pelas mobilizações por maior participação. Foi o ano dos manifestantes e indignados 2.0. Nos países árabes, a população se insurgiu e as ditaduras começaram a ruir. A onda se espalhou por todo mundo: milhões de pessoas foram às ruas questionar os limites da democracia representativa. Como estas experiências podem influenciar na construção de uma nova democracia tendo a internet como plataforma de apoio? #globalrevolution #gabinetedigital #primaveraarabe #globalchange
      Webconferencista: Olga Rodriguez@olgarodriguezfr
      Jornalista especializada em Oriente Médio e escritora. Colabora com o jornal Publico e com o jornal online Periodismo Humano. Atualmente finaliza um livro sobre as revoltas árabes, que será lançado em maio, com o título “Yo muero hoy” [Eu morro hoje] (Debate). É autora dos livros “El hombre mojado no teme la lluvia: Voces de Oriente Medio” (Debate, 2009), “Aquí Bagdad” (2004) e do livro coletivo “José Couso, la mirada incómoda” (2004). Trabalhou no Afeganistão, Egito, Iraque,  Israel, Territórios Ocupados Palestinos, Jordânia, Kosovo, Líbano, México, Siria, Iêmen e Estados Unidos, entre outros países. Durante dez anos trabalhou na cadeia SER, Cuatro e CNN+.

      Debatedores:
      Gilberto Gil -
      Músico, compositor. Ex-ministro da Cultura do Brasil. @gilbertogil
      Antônio Martins - Jornalista por um mundo pós-jornais. Ativista por uma democracia que torne a representação supérflua. Criador do Le Monde Diplomatique Brasil e do Outras Palavras - @antoniomartins
      Vinicius Wu – coodenador do Gabinete Digital do Governo do Rio Grande do Sul

  • 20h - Conexão Cultural

      Captura de tela 2011-12-19 às 15.15.44
    • 20h às 22h – Show do Lirinha

      Após um ano e meio longe dos palcos, José Paes de Lira, Lirinha, retorna com a turnê de lançamento de seu primeiro CD solo, denominado LIRA, e embala o público mais conectado do Fórum Social Temático.
      Em LIRA, Lirinha se reinventa com uma sonoridade que passa pela utilização de guitarras, teclados, sintetizadores, percussão e bateria, resultando em uma surpreendente e inovadora incursão em território que lhe é familiar: a tênue fronteira entre a música e a poesia. Lirinha mostra seu amadurecimento como artista e letrista, evolui em um trabalho coeso, com forte influência das referências que povoam as suas canções.
      Além das faixas inéditas do álbum LIRA, o show terá algumas músicas de sua autoria, registradas quando integrava o grupo Cordel do Fogo Encantado. Fazem parte da banda de Lirinha: Neilton (guitarras), Ângelo Medrado (bateria), Astronauta Pinguim (teclado),Hugo Carranca(percussão) e Igor Medeiros (sintetizador).

Nenhum comentário: